Buscar

Notícias

07-03-2019

Categoria: Santuário

Santuário do Bom Jesus da Lapa e de N. Sra. da Soledade

O Santuário da Lapa é um lugar de peregrinação há mais de 300 anos.

O abrigo foi descoberto em 1691 pelo português Francisco Mendonça Mar, que exercia, como seu pai, a profissão de ourives e pintor. Com vinte e poucos anos de idade, em 1679, chegou a Salvador da Bahia, onde instalou sua própria oficina. Em 1688, foi encarregado de pintar o palácio do Governador Geral do Brasil, em Salvador, mas, ao invés de receber o pagamento, Francisco foi levado à cadeia e cruelmente açoitado. Tocado pela divina graça, reconhecendo a vaidade do mundo, ele aprendeu que a única coisa que vale é a salvação. Distribuindo seus bens, fez-se pobre e, acompanhado de uma imagem do Cristo crucificado, enveredou-se pelo sertão adentro. Caminhou entre tribos de índios antropófagos, passou fome, sofreu o calor do sol.

Dedicado à oração e à penitência, o monge logo percebeu que o amor a Deus não pode ser isolado da vida. Então, começou a trabalhar em favor dos mais necessitados, trazendo para junto de si pobres, doentes, infelizes e aleijados, a fim de servi-los com amor, desenvolvendo seu apostolado também entre os índios da redondeza.

No ano de 1702, a pedido do arcebispo da Bahia, dom Sebastião Monteiro de Vide, foi a Salvador preparar-se para o sacerdócio. Estudou durante três anos e, em 1705, foi ordenado padre, tomando o nome de Padre Francisco da Soledade. Após a ordenação, voltou à Lapa onde viveu até sua morte, em 1722.

O Santuário do Bom Jesus da Lapa e da Mãe da Soledade é um lugar de peregrinação há mais de 300 anos.

Eventos

Campanha

Espiritualidade

×

Próximo
evento: